Homem - Formiga | Review

Bane

  Marvel com grandes nomes como  Hulk, Thor, Homem de Ferro entre outros poderosos nomes do mercado, quem ia se interessar por Homem-Formiga? Um herói onde seu poder é encolher, usar os trailers que também não foram aquelas coisas, para promover o filme, mostrou que no fim das contas, tamanho não é documento, o pequenino herói mostrou um  filme divertido e muito carismático que guarda muita herança de suas Raízes (quadrinhos).

  Acabando ser liberado da penitenciária depois de bancar o Robin Hood, Scott Lang (Paul Rudd), um engenheiro elétrico só quer voltar a ser um cidadão que ama sua filha. Mas após receber a dica de uma casa fácil de roubar de seu ex-colega de cela acaba voltando ao crime
 Ele não encontra nada que vale a pena de roubar na casa, mas percebe um estranho uniforme.

  A Marvel deu um ritmo diferente no filme,  para impor o conceito parcialmente cômico do herói. um ritmo mais leve e dinâmico do que de costume em outros títulos recentes produzidos. 

  Homem-Formiga mostra um pouco mais as de suas raízes voltando as histórias em quadrinhos .

  O filme se deve ao sucesso do trabalho de Paul Rudd, Sua capacidade de manter o foco e levar o herói nanico à sério, é impressionante,  a jornada clichê do ex-presidiário de bom coração, Seria aquela coisa " ele n tem coragem de bater em Alguém" Mas demonstra totalmente ao contrario.

  A maior parte do longa mostra o treinamento de Lang e sua tentativa de roubar a tecnologia de encolhimento criada por Cross, Vemos o Homem-Formiga e seus  socos na velocidade de balas e o gostinho na boca só começa aos 30 minutos finais da aventura.

  Scott Lang é muito divertido, carismático e consegue nos cativar mesmo quando não está montando nas costas de um invertebrado ou partindo para a porrada. Ele não precisa de enormes feitos heroicos para nos provar que é um "grande" super-herói.

  O diretor Peyton Reed não se deixa intimidar com as complicações e aproveita  para criar situações cômicas que dão muita personalidade.

  Uma das coisa que me deixou chateado durante todo o filme foi o esquecimento dado ao vilão Corey Stoll Fez um belicismo Darren Cross, mas a maior parte de seu tempo em cena é usado para retratar um melodrama entre seu antigo mentor, Hank Pym. As suas cenas de  ações vilanescas são muito infantis ...
 

 Minha nota avalia todo o filme, peonagens, história, e contesto  apesar de que o vilão não me agradou nem um pouco ... 


8.8

Nos Diz oque você Achou ? Foi Valido ?

Compartilhe

Artigos Relacionados